Telefone:  11 4555-2277  /  11 4555-1030

  

Menu
  • Publicado em Notícias
  • Ler 155 vezes

Recreação em tempos de quarentena

Recreação em tempos de quarentena

Em tempos de isolamento social e de escolas fechadas, nossas crianças estão em casa, e muitas vezes os pais não sabem o que fazer para entretê-las.

Precisamos lembrar que a criança é um ser em desenvolvimento, e que o seu desenvolvimento é muito rápido nessa fase. Para ela tudo é novidade, tudo é experiência. Participar das atividades do cotidiano da casa, já pode ser uma grande brincadeira. Ela precisa de movimento, de estar ativa, e não passiva frente a uma tela.

Muitas escolas estão enviando tarefas para serem desenvolvidas em casa, bem como aulas online, por isso é importante estabelecer uma rotina de estudos. Mas nessa rotina, incluir a brincadeira é fundamental.

Costumo dizer que brincar é natural para a criança, tudo para ela pode virar uma brincadeira, e ela ao mesmo tempo que aprende brincando, brinca aprendendo. Assim, quanto mais lúdicas forem as atividades, maior a diversão e a aprendizagem.

Há que se ter tempo para tudo, mas o resgate de algumas brincadeiras da infância dos pais, ou mesmo dos avós, pode trazer diversão e alegria para adultos e crianças:

  • Pular amarelinha,
  • Fazer brinquedos com sucata,
  • Girar pião,
  • Dançar,
  • Contar histórias,
  • Assistir a um filme juntos e conversarem sobre o filme,
  • Jogos de tabuleiro que envolvam a família.

Enfim, realizar atividades do cotidiano da casa, de maneira lúdica, são uma maneira de todos se divertirem.

Quando tudo isso passar (e vai passar) nós, adultos, lembraremos de uma situação de caos completo, na saúde e na economia, mas na memória das crianças estarão as refeições em família, as histórias ouvidas, as brincadeiras e os momentos em que todos estavam juntos.

Portanto, mais do que obrigações e atividades programadas, esteja junto, cultive no seu filho boas lembranças.

 

GLEIDIS ROBERTA GUERRA

Fonoaudióloga Escolar