Telefone:  11 4555-2277  /  11 4555-1030

  

Menu
  • Publicado em Notícias
  • Ler 41 vezes

Estratégias para minimizar os efeitos do Estresse!

Estratégias para minimizar os efeitos do Estresse!

Os efeitos do estresse podem ser sentidos durante este difícil período que estamos enfrentando por conta da pandemia de Covid-19.


Portanto cabe aqui clarificar e esclarecer informações a cerca do estresse, bem como elencar principais sintomas e formas de minimizar os seus efeitos.


O estresse é definido como um estado de esforço do organismo para adaptar -se as situações que ameaçam a vida ou o equilíbrio interno.


Estresse é um sentimento normal, ele pode, inclusive, ajudar uma pessoa em seu dia a dia, melhorando seu desempenho no trabalho, nos estudos, estimulando o cérebro e as defesas do organismo.


No entanto, quando o estresse é muito grande, você pode senti-lo em seu corpo, na mente e no comportamento por meio de algumas reações específicas.

Efeitos do Estresse no corpo:
Enxaqueca, dor no peito, taquicardia, fadiga, dor no estômago, náusea, constipação, diarréia, tremores no corpo, problemas para dormir, alergias na pele (vermelhidão), boca seca, maxilar tensionado.


Efeitos do Estresse no emocional:

Irritabilidade, ansiedade, inquietação, indisposição, falta de motivação, falta de concentração, angústia, tristeza, mal-estar.


Efeitos do Estresse no comportamento:

Dificuldades em processar as situações de forma tranquila, reações explosivas, acessos de raiva, alimentação desregrada, distúrbios do sono, comportamentos destrutivos, indisposição para fazer exercícios físicos e ou atividades do dia a dia.


Vale lembrar que sintomas não são transtornos. E muito desses são aceitáveis frente a essa situação anormal que estamos vivendo.


Estratégias para lidar com os sintomas do estresse:


1- Lembrar o propósito do distanciamento social!
Evitar a disseminação do vírus e salvar vidas.


2- Eleger canais de comunicação de confiança!
Buscar informações sobre a Covid-19 em fontes seguras, evitando, informações distorcidas e fake News.
Limitar o tempo gasto para esse propósito.


3- Parar de pensar no que estaria fazendo em tempos normais e focar no presente!
Criar uma rotina diária com horários para dormir, alimentação, atividades de trabalho, estudo e lazer.
Isso ajuda a estruturar o dia e mantém a sensação de controle e produtividade.


4- Praticar o autocuidado tornou-se obrigação!
Prestar atenção em seus próprios sentimentos e emoções (nunca ultrapassar os limites).


5- Praticar atividade física! Movimentar o corpo ajuda na circulação sanguínea, oxigena o cérebro, fortalece o coração, além de ser ótimo para extravasar as energias negativas.


6- Praticar respirações!
Acalma a mente, reduz a tensão muscular, promove relaxamento, melhora o foco, atenção e a percepção.


7- Praticar exercícios cognitivos!
Mantém a mente ativa e estimulada, ex: cursos on-line, jogos, palavras cruzadas, livros, etc.


8- Cuidados com a alimentação!
Buscar fazer uma alimentação saudável e equilibrada.
Alimentos como banana, iogurte natural, folhas verdes, chás calmantes, peixe, cereais e leite, por exemplo, possuem propriedades específicas que ajudam a aliviar o estresse.


9- Enxergar pontos positivos!
É um bom momento para desenvolver novas habilidades ou um hobbie, aprender a cozinhar, dançar, desenhar, você pode se descobrir com novos talentos que nunca imaginou ter.


10- Estabelecer um tempo de convivência com os moradores da casa!
Estabelecer horários para as refeições , conversas, brincadeiras, jogos, o que fizer mais sentido para a família.


11- Manter contato virtual com amigos e parentes que estão fora do convívio social!
O Distanciamento social é físico e não afetivo.
Manter o contato por mensagens, telefonemas, chamadas por vídeo, são importantes para manter ativa a rede socioafetiva.


12- Não se preocupe excessivamente!
Procure ocupar a mente com coisas prazerosas e que lhe tragam alegria para esquecer-se das preocupações.

Avaliar com cuidado com o que realmente vale a pena gastar tempo se preocupando.


Quanto mais cedo você procurar reduzir o estresse em sua vida, maiores são as suas chances de evitar o comprometimento de sua saúde física e mental.

 

Andréa Oliveira - Psicóloga Escolar